Arquivo do autor:Raquel Siqueira

Vem aí – livro Pesquisa de Marketing – Guia para a Prática de Pesquisa de Mercado

Recebi ontem para a revisão final a prova do livro Pesquisa de Marketing – Guia para a Prática de Pesquisa de Mercado, que escrevi em conjunto com Aurora Yasuda.

Confesso que fiquei até emocionada – esse é o passo final para a concretização de um trabalho em que nos envolvemos muito, e estar assim perto de ver o livro impresso é muito importante para nós.

O livro segue a ementa do MEC para cursos universitários de graduação, além de propiciar uma visão global dos processos envolvidos na área de pesquisa de mercado.

Tivemos grande apoio de colegas do mercado de pesquisa e da comunidade acadêmica – o que nos permitiu a seleção de cases brasileiros e material que saiu na midia sobre nossa área, assim como depoimentos de profissionais muito conceituados do mercado de pesquisa e da academia, de várias regiões do Brasil.

O lançamento deverá ocorrer ainda em junho. Vamos começar a contagem regressiva!

Google – novo concorrente no mercado?

O anuncio pelo Google do lançamento no mercado americano de serviço de pesquisa online que possibilita resultados em tempo real está dando o que falar.

O assunto tem sido alvo de discussões em grupos nacionais e internacionais do Linkedin (como no post de Adriana Rocha em http://www.linkedin.com/groups/Google-lan%C3%A7a-nos-EUA-servi%C3%A7o-3877158.S.104658026?view=&gid=3877158&type=member&item=104658026&trk=eml-anet_dig-b_nd-pst_ttle-cn) assim como comentários no grupo de Empresas de Pesquisa, com post inicial de Vitor Trujillo.

O que está sendo mais discutido diz respeito às possíveis consequencias da entrada do Google nesse tipo de atividade para o mercado de pesquisas.

Por enquanto não se falou em ferramentas qualitativas, o serviço do Google é para a construção de breves enquetes quantitativas.

Mas a pergunta é inevitável: o que nos reserva o Google – ou outras grandes empresas de internet – no campo de pesquis qualitativa?

Alguns artigos e posts interessantes para a gente consultar e pensar um pouco no assunto:

Research Live – Brian Tarran: http://www.research-live.com/4007177.article

Research Live – James Verrinder: http://www.research-live.com/news/technology/google-makes-mr-entrance-with-consumer-surveys-tool/4007176.article

Greenbook  – Leonard Murphy – http://www.greenbookblog.org/2012/03/30/google-makes-their-market-research-play-now-what/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+greenbookblog%2FbrDV+%28Greenbook+Blog%29

Blackbeardblog – Tom Ewing: http://blackbeardblog.tumblr.com/post/20166476002/if-youre-having-google-problems-i-feel-bad-for-you-son

Material do Google a respeito do assunto:

http://youtu.be/90MIiBvXYcw

site: http://www.google.com/insights/consumersurveys/home

white paper: http://www.google.com/insights/consumersurveys/static/357843218444943736/consumer_surveys_whitepaper.pdf

Pesquisa com dados secundários: post em novo grupo de pesquisadores no Facebook

Na revista Consumidor Moderno (21/3/2012) foram publicados os resultados de uma pesquisa feita em parceria entre Hospital Albert Einstein e a Unicamp, baseada em dados secundários, e que mostra a correlação  entre uma série de doenças e mudanças climáticas em São Paulo.

Esse artigo pode ser consultado em  http://consumidormoderno.uol.com.br/parceiros/pesquisa-relaciona-mudancas-climaticas-com-doencas-em-s-o-paulo.

Além de destacar um exemplo do emprego de dados secundários na geração de conhecimento, eu quis comentar esse link aqui porque tomei conhecimento dele através de um post de uma colega pesquisadora de mercado, Ana Claudia Pimentel, em um novo grupo que surgiu há poucos dias no Facebook.

Trata-se do “Grupo Brasileiro de Pesquisas de Mercado” que em poucos dias já conta com mais de 3000 membros!

A rapidez com que o grupo foi formado e cresceu é espantosa, assim como o grande número de  colegas pesquisadores que se mobilizou de forma muito positiva e envolvida, em muito pouco tempo – de todos os cantos do Brasil e dos mais variados tipos de empresas e funções, como entrevistadores freela, recrutadores, analistas, donos de empresas de pesquisas, e assim por diante.

Como dizem os antigos, benza Deus!

E que essa mobilização nos auxilie também nos esforços para a regulamentação da nossa profissão!

Webinar sobre semiótica – Semiotica Studio

Acabei de participar no dia 20 de março de um interessante seminário pela internet (Webinar) sobre semiótica, ministrado pela Gabriela Pedranti, da Semiotica Studio. Havia colegas de vários paises, europeus e latino americanos.

A empresa, Semiotica Studio, tem escritórios na Espanha e na Argentina, sendo especializada em análise semiótica e cultural, inclusive aplicada a pesquisa de mercado.

O webinar tem para nós a facilidade de ser falado em espanhol (Gabriela inclusive destaca a carencia de material e seminários nessa lingua, pois a maioria absoluta é em ingles).

Além de explicar de maneira clara como a semiotica pode auxiliar nas pesquisas de mercado, há a exposição de um case bastante relevante, com uma particularidade importante: trata da tendencia atual na Europa de contençao de despesas e crescimento das marcas “brancas” (próprias dos estabelecimentos de varejo), devida à crise econômica atual lá. Ela é exatamente oposta à que vivemos hoje no Brasil, de ascensão das camadas populares ao consumo de massa. Mas a situação exposta lembra muito a que vivemos no inicio dos anos 2000, em que as marcas populares se firmaram em nosso mercado.

Eles disponibilizam material para ser consultado antes do webinar, para melhor compreensão do case.

Quem se interessar pode escrever para info@semioticastudio.com, para obter informações sobre novas datas.

Ah, o seminário é gratuito!

Intregração de quali online pela internet e por mobile/celular – palestra de Ilka Kuhagen

Ilka Kuhagen, minha colega da QRCA (www.qrca.org), é uma pesquisadora qualitativa alemã de ponta, que faz trabalhos sérios, de alta qualidade e investe muito no estudo de novas tecnologias na área qualitativa.

Recentemente, apresentou o projeto “Qualitative research 360: integrating online and mobile research”, na Qual360 Conference organizada pelo Merlien Institute, em Milão, na Italia, nos dias 18 e 19 de janeiro de 2012.

Ela disponibilizou  o link para sua apresentação: https://vimeo.com/35870700

As considerações que a Ilka faz são muito interessantes, vale a pena conferir!

DIY – Do it yourself

Essa sigla – DIY – (Do it yourself – Faça voce mesmo) tem sido cada vez mais constante na literatura internacional a respeito de pesquisa. Bastante associada à pesquisa online, não diz respeito somente a coleta de informação remota, mas a todo tipo de pesquisa.

DIY designa pesquisas feitas diretamente pelos interessados na informação, ou seja, pelos clientes das empresas ou organizações sociais, sem mediação ou assistência de empresas de pesquisa.

Já faz um bom tempo que nos acostumamos com a presença de enquetes online, construidas, aplicadas e codificadas/processadas através de ferramentas gratuitas (como o popular www.surveymonkey.com). Já tem se discutido bastante a respeito da validade desse tipo de enquete, de sua adequação enquanto pesquisa  e o assunto é polêmico.

Mas agora se fala bastante disso também na área qualitativa: além de alguns clientes organizarem eles mesmos visitas etnográficas nas residências ou acompanhamento de compras, por exemplo, isso agora se estende ao universo online. Com a popularização das ferramentas de coleta de informações qualitativas online, muitos clientes tem criado forum e blogs para ouvir seu consumidor.

No monitoramento das midias sociais tem sido muito frequente os clientes criarem mecanismos próprios de acompanhamento do que é falado sobre sua marca, produto ou categoria – além de preocupações mais abrangentes, como hábitos e crenças dos consumidores.

A pergunta que não quer calar é: no que isso afeta o negócio de pesquisa e o nosso papel enquanto pesquisadores? O artigo “Stop Calling It ‘DIY Research'”, escrito por Dana Stangley, trata disso de forma interessante e pode ser acessado em http://researchaccess.com/2011/12/stop-calling-it-diy-research/. Ele defende que não devemos temer esse tipo de iniciativa …

Muito inspiradora também é a discussão que se segue, com posts de muitos pesquisadores renomados.

Homenagem a Eugenia Paesani

Amanhã, dia 23 de março, será feita uma homenagem religiosa a Eugenia Paesani, na Igreja São Domingos, às 19 hs.

A Eugenia nos fará muita falta, pessoal e profissionalmente, e todos nós pesquisadores estamos muito tristes com sua partida.

A QRCA abriu inscrições para “bolsas de estudo” para profissionais de pesquisa qualitativa

Esta é uma grande oportunidade para analistas qualitativos brasileiros e latino americanos, tanto para iniciantes como para profissionais mais experientes – quem puder se candidatar não deve perder!

Em 2012 a Conferencia da QRCA – Qualitative Research Consultants Association –  será em Montreal, Canada, de 3 a 5 de outubro.

As inscrições para as bolsas se encerram no dia 1 de junho, mas como há alguns formulários a preencher, o ideal é acessar logo o site – www.qrca.org

As Conferências da QRCA são interativas, ricas em novidades, muito interessantes e agradáveis – o pessoal é muito receptivo e acolhe as pessoas novas na Associação de uma forma muito especial.

Reproduzo abaixo a chamada em ingles, pois ser fluente em ingles falado e escrito é um dos pré-requisitos para quem quiser se candidatar a essas bolsas:

Apply now for the QRCA Global Outreach Scholarship!

               The Qualitative Research Consultants Association, (QRCA), offers twoScholarships to qualitative researchers residing outside the US, UK and Canada.

          The Foundation Scholarship is awarded to a qualitative researcher who is relatively new to qualitative research, but is already establishing a career path in this field. For instance, they should have developed some experience of moderating group discussions and IDI’s and of analyzing the results.

         The Advanced Scholarship is intended for a qualitative researcher who is already well established in their career, but wants to expand and deepen their knowledge of methods and techniques, and to maximize the value of the projects that they plan and execute for their clients. Check it out!

         Each QRCA Global Outreach Scholarship offers the recipient:

• free membership of QRCA (provided they are not already a member) for the remainder of the 2012 membership year after the Scholarship is awarded;

• free conference registration (valued at up to US$1,425);

• up to $1,000 USD for travel expenses to attend the QRCA Annual Conference in Montreal, Quebec, Canada, from 3-5 October 2012.

Full information is available on QRCA’s website at www.qrca.org!

Lançamento de Teoria e Pratica da Pesquisa Aplicada

Foi muito concorrido, animado e emocionante o lançamento do livro Teoria e Prática da Pesquisa Aplicada, que aconteceu ontem, 14/3/2012, na Livraria Cultura do Shopping Villa Lobos.

Pesquisadores representantes de várias gerações foram prestigiar e comemorar conosco o coroamento de um esforço coletivo, liderado pela Oriana, Max e Dulce e compartilhado por mais de 30 autores.

Veio gente de outros estados e regiões do Brasil, clientes atuais e antigos, familiares e amigos de muitos anos! Todos estavam muito felizes, foram momentos de pura emoção.

Obrigada a todos que compareceram!

Mobile Qualitative Research

A gente estranha o titulo desse post, não é?

Pois tem muita gente boa estudando como fazer pesquisa qualitativa atraves de meios móveis, como celular, notebook ou tablet.

Uma série interessante de artigos a esse respeito pode ser encontrada em http://www.newqualitative.org/category/mobile-phone-research/

Vale a pena dar uma olhada!